Tecnologia do Blogger.

Apoiamos

Recent comments

Comentários

Bombou nos últimos 30 dias

FEATURED POSTS

Notícias 24 horas

Cultura & Lazer

Postagem em destaque

Bullet Bane marca para 21 de maio o show de lançamento do 5º álbum, BLLT

  Novo registro, que entrega a essência da banda, será lançado no Fabrique Club (São Paulo), com produção da Powerline O quinteto paulistano...

O PORTAL RECOMENDA

GASTRONOMIA

GASTRONOMIA

Região Sul Flu

» » » SEGUNDA ETAPA DE OBRAS DA NOVA SANTA CASA É ENTREGUE À POPULAÇÃO



Solenidade de entrega aconteceu nesta terça feira, dia 15, na presença de diversas outras autoridades municipais

A Prefeitura entregou, na noite desta terça-feira, dia 15, a segunda etapa das obras de revitalização da Nova Santa Casa de Misericórdia. Foram inaugurados o novo ambulatório do SUS, um novo Laboratório e o Centro de Materiais Esterilizados. Além disso, a unidade ganhou aparelhos modernos e um novo sistema de compras, que vai permitir uma economia maior.

A solenidade contou com as presenças do prefeito Diogo Balieiro Diniz e do vice, Geraldo da Cunha, do secretário de Saúde, Alexandre Vieira, do superintendente de Atenção Hospitalar, Aquiles Touban Romar, da superintendente de Serviços Laboratoriais, Isis Scopacasa, dos diretores da Nova Santa Casa, Luiz Eduardo Saldanha, Henrique Lima e Marcos Van Deursen, além de diversas outras autoridades municipais. Antigos profissionais da Nova Santa Casa, que conviveram com o abandono da unidade, foram ver as melhorias de perto e celebraram a nova realidade.

Na primeira etapa do programa de revitalização, entregue em fevereiro de 2018, a instituição já havia passado por uma verdadeira transformação com a troca do piso, a chegada do novo mobiliário, a reforma completa da capela e a recuperação da fachada. Isso tudo acompanhado da instalação de equipamentos de última geração.

Já nesta segunda etapa, a unidade recebeu a ampliação e revitalização da recepção do ambulatório do SUS, onde são atendidas dezenas de pessoas diariamente. O espaço conta com três salas amplas, que foram revitalizadas e receberam a troca do piso e serviços pintura. O setor ganhou também uma sala de recepção para que os pacientes possam aguardar com conforto ao fazer coleta de exames ou apanhar laudos, por exemplo. Além da reforma do espaço, a mobília também foi totalmente renovada.

A instituição apostou ainda na compra de novas macas de transporte e poltronas, bem como foi refeita a identificação das salas para facilitar a circulação dos pacientes. As equipes de limpeza, por sua vez, ganharam novos uniformes e mais seis novos carrinhos “Mop”, que são específicos para o tipo de serviço prestado na Nova Santa Casa.

Nova Santa Casa está cada vez mais moderna

As aquisições também incluem um novo parque tecnológico, com a substituição de computadores e impressoras, tendo como resultado uma aparelhagem mais moderna e prática, além de monitores para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e para o Centro Cirúrgico. Através de uma parceria, a unidade também contou com uma vasta lista de equipamentos doados pela empresa MAN Latin América, que contemplam desde colchões para o conforto de pacientes, até materiais que auxiliam em procedimentos cirúrgicos.

Muito aguardada durante as obras, a unidade foi contemplada com a construção de um novo Centro de Material e Esterilização (CME). O local que comportava o serviço de esterilização anteriormente, de acordo com a direção do hospital, não operava de forma adequada. Além de uma estrutura totalmente apropriada, o novo CME passou a contar com dois autoclaves, que são responsáveis pela esterilização de equipamentos, lavadora, desinfectadora, pias, balcões e dispositivos para limpeza e secagem.

A partir de agora, a Nova Santa Casa de Misericórdia conta com um novo sistema de compras. A partir de um recurso digital, será possível que a instituição compre e gerencie diversos insumos diretamente com uma comunidade ampla de fornecedores, reduzindo custos e otimizando rotinas operacionais que significam uma economia de mais de 25%.

Outra boa notícia para quem utiliza os serviços da instituição vem da criação do novo laboratório. A nova ala para coleta de material para exames, análise de laudos e marcação de consultas fica no espaço que antes era ocupado pelo Grupo de Apoio a Pessoa com Câncer (GAPC), que agora funciona em uma casa na Rua Isaac Davi Halpern, no bairro Comercial.

De acordo com o prefeito Diogo Balieiro Diniz, as etapas de obras da Nova Santa Casa fazem parte de um amplo projeto da Prefeitura, que visa não só recuperar a mais antiga instituição da saúde da cidade, como também as unidades mais novas. Como é o caso do Hospital de Emergência, que também está recebendo investimentos importantes da Prefeitura e as unidades básicas de saúde.

- A Santa Casa de Misericórdia tem 183 anos de história, é um patrimônio de Resende e, com muito trabalho, ela está ficando da forma como a população e os funcionários merecem. Saúde é prioridade e podemos notar isso através dos investimentos que estão sendo feitos também em outras unidades, como o HME. Agradeço novamente a todos que participaram desta verdadeira transformação pela qual a Nova Santa Casa passou, em especial aos diretores e aos funcionários, além dos empresários que, anonimamente, nos ajudaram nesta conquista – diz o prefeito.

Na contramão do cenário nacional

No Brasil, há atualmente cerca de 2100 Santas Casas em funcionamento. A realidade observada nessas unidades, no entanto, em geral não é boa. De acordo com a Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB), a grande maioria das Santas Casas no Brasil enfrentam problemas com dívidas. Se em muitos casos, os hospitais estão em situação preocupante, chegando a fechar as portas, em Resende o progresso da unidade vai pela contra mão dessa perspectiva.

A realidade em Resende, no entanto, nem sempre esteve distante da tendência nacional. Mesmo com as dificuldades encontradas em 2017, a Prefeitura iniciou um planejamento pela retomada da Santa Casa de Misericórdia, conseguindo equilibrar suas finanças após o pagamento de uma dívida de R$ 1,5 milhão deixada pela administração passada. Após mudanças na administração e uma nova política de gestão da unidade, os resultados colhidos atualmente são de contas recuperadas, pagamentos em dia, ajustes financeiros, melhor atendimento aos pacientes, ampliação e melhorias na estrutura proporcionada a população.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

About the Author Redação

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Nenhum comentário

Leave a Reply

Agenda

Cat-6